DADOS HISTORICOS

PRATÂNIA

16 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA ADMINISTRATIVA

E MAIS DE UM SÉCULO DE HISTÓRIA!

 

 

DADOS HISTÓRICOS

 

jPratânia nasceu na confluência dos Rios Claro e Jacu, tendo esse nome devido às pedras de galena, tida por leigos como prata, que em época de cheias eram encontradas no leito do Rio Jacu. Por isso esse rio, naquela época, ser conhecido como Rio da Prata e o povoado como Vila da Prata.

A pequena vila estava assentada em terras da Fazenda Prata, que pertencia a diversos donos: Coronel Jorge Gomes Pinheiro Machado, José Gomes e Aureliano Vieira. Como seus moradores almejavam que o governo a transformasse em Distrito e a lei da época exigia, para isso, a existência de no mínimo 100 casas, com muito esforço, os moradores da vila construíram “cem bocas de fogo”, muitas delas simples choças. Assim o Distrito da Prata de Botucatu foi criado em 29 de julho de 1889.   

A área do distrito era de 12 alqueires e novecentos e dezenove milésimos de alqueires, sendo legalizada somente em 15 de março de 1915, quando foi homologada a divisão da Fazenda Prata.

Os serviços de arruamento foram feitos pelo capitãorua o nogueira João Batista e Capitão Fermiano Vieira, que construíram também as duas primeiras casas de alvenaria do distrito. A casa construída pelo Capitão João Batista ainda existe na Rua Capitão Maneco, sendo que nesse prédio funcionou por muitos anos a Delegacia de Polícia.

Na gestão do senhor Otacílio Nogueira, então prefeito de Botucatu, foi instalada a energia elétrica no distrito.

Primitivamente, as crianças tinham aulas ministradas em um barracão de madeira, onde de um lado ficavam as salas de aula e, do outro, um estábulo.

cjbCom o advento da Segunda República, que promoveu as primeiras eleições gerais no País, o vereador da Câmara Municipal de Botucatu, senhor Genésio Baptiston, representando o distrito da Prata, conseguiu do então governador de São Paulo, Dr. Arnaldo Salles de Oliveira, a construção de um moderno prédio para o grupo Escolar.

Nesse prédio estão hoje instaladas a Câmara Municipal e a Biblioteca Pública Francisco Marins.

Em 30 de novembro de 1938, pelo Decreto n.º 9.775, o Distrito da Prata passou a pertencer ao Município de São Manuel.

Após mais de quarenta anos conhecida como Prata, em 30 de novembro de 1944, a cidade teve seu nome mudado para PRATÂNIA, atendendo determinação do Governo Federal, pela existência de outro distrito, em Minas gerais, com essa mesma denominação.

O crescimento de Pratânia foi marcado por fatores diversos, como a presença de tropeiros, produção cafeeira e a construção do ramal da Estrada de Ferro Sorocabana, ligando Botucatu à Bauru.


francisco marins   carroção